EN  

In this work I am exploring these notions of presence and absence by capturing candid moments of anonymous people in public spaces. In these photo-chemical experiments the use of light has a double function: it both records and destroys the information in the picture.

I attempt to suggest the passage from one state to another, and evoke those feelings of emptiness and impermanence, which are related to the uncertain times that we live in. Feelings and perceptions are developing into a more fluid, less concrete states. These intangible states are related with an initial impression, which is incomplete and difficult to define.

 



 



  PT 

Passages” é um ensaio sobre o estado de vazio e impermanência, um mapeamento do presente em que os sentidos e percepção do mundo se transformam num estado líquido, feito de realidades indefinidas. Representado por figuras anónimas e espaços diluídos relacionados com uma impressão inicial, incompleta e intangível, na qual a luz destrói e nega qualquer referência ao espaço e sentido comum, explorando a ambiguidade da realidade e características transitórias. Contraria, desta forma, a imagem nítida do mundo lembrando a condição indeterminada do ser em que a realidade parece cada vez mais incerta e o tempo e espaço progressivamente deslocados.










































<!-- @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } -->
GET NEWSLETTER / EMAIL